11 maio 2009

Pai Santana


Em toda a história do Club de Regatas Vasco da Gama, houve muitos ídolos. Entre eles, o inesquecível Edmundo, que fez uma vitoriosa carreira no Vasco e retornou, após alguns anos. Não podemos deixar de fora o Roberto Dinamite, que fez muitos gols com a Cruz de Malta no peito e, hoje, é presidente do clube. E, além dos dois, muitos outros que fazem parte da nossa história.

Mas há também um ídolo que nunca fez um gol para o time, nunca defendeu uma bola. Um ídolo vascaíno que nunca nem sequer entrou no campo para jogar. Esse ídolo é o Eduardo Santana, mais conhecido como Pai Santana, o ex-massagista do Vasco da Gama.

Ele acompanhou o clube por muitos e muitos anos. Viu Roberto Dinamite jogar na categoria infantil, até que se tornasse um ídolo, viu Barbosa agarrar muitas e muitas bolas.

Após uma longa carreira, teve um AVC e precisava de cadeiras de rodas para locomover-se. Mas sempre sorrindo, ele ia à frente, sorrindo e encantando todos os cruzmaltinos.

Foi, com certeza, um grande guerreiro pelo Vasco, um símbolo. Inesquecível.

Saudações Vascaínas,

Kemily Toledo.

3 comentários:

  1. Pai Santana sempre será nosso ídolo por tudo que fez

    ResponderExcluir
  2. Belo post Kemily, escolheu bem o nosso ídolo a ser tratado

    ResponderExcluir
  3. pai santana ainda tem ido a sao januario?

    ResponderExcluir