15 julho 2009

Foi na Superação...


Olá Amigos blogueiros, dessa vez foi na superação. Com um jogador a menos desde os sete minutos do primeiro tempo (Robinho), o Vascão se superou e bateu o Vila Nova dentro do Serra Dourada. Com a vitória, o Vascão se aproximou ainda mais do G-4 e diminuiu de nove para sete a diferença para o líder Guarani, que tropeçou diante do Duque de Caxias.

Em um jogo muito pegado e com muitos erros de passes das duas equipes, o Vascão soube aproveitar muito bem as chances criadas e se defender muito bem. Defesa, aliás, que só tomou quatro gols nessa Série B e a melhor da competição e do Brasil nesse ano de 2009.

O jogo começou com o Vila Nova pressionando da forma que sabe, ou seja, jogando bola na área. Tais cruzamentos não surtiam efeitos, pois possuindo zagueiros altos e um paredão no gol, a defesa vascaína não perdia uma jogada sequer, se perdia lá estava ele, o paredão Fernando Prass para evitar o gol.

O jogo mudou de figura, após o primeiro gol vascaíno, ou melhor, golaço. Após uma violenta falta sofrida por Élton no flanco esquerdo, Fágner tentou cruzar, mas a bola fez um efeito e entrou. Decretando a melhora do Vascão na partida e o início do nervosismo por parte da equipe goiana, que continuou a criar muitas outras chances até o fim da partida, mas parava na péssima qualidade de finalização dos seus atacantes, na falta de sorte e na noite inspirada de Fernando Prass, que pegou tudo, tudo, tudo!

Com Fernando Prass pegando tudo, o Vascão chegou ao gol na metade da segunda etapa. Após um bela tabela realizada por Fágner e Paulo Sérgio ( que entrou pra jogar no meio-campo), o próprio Paulo cruzou na medida para Élton testar e fechar o placar no Serra Dourada.


O detalhe nessa partida é que a torcida vascaína compareceu em maior número do que a do Vila Nova, time tradicional da cidade. Quanto as atuações dos jogadores, gostei mais uma vez da atuação do Fágner, da do Vílson, da do Souza e da do Élton, mas vale salientar que o time funcionou muito bem como conjunto, que é o que importa. Fágner foi o melhor da partida, jogou demais e mostrou o quanto o Vascão perdeu tempo deixando-o no banco de reservas e até, algumas vezes, fora dele. Quanto ao detalhe negativo, foi mesmo a expulsão de Robinho, que foi muito criticado por Dorival e deve receber um bela punição. Eu, particularmente concordo com o Dorival, mas acho um exagero se o garoto for colocado de molho, pois ele é um bom jogador e ajudará e muito nosso time nessa caminhada.

Bom, isso foi o que achei da partida de ontem. E vocês amigos blogueiros, o que acharam?!

Abraços e Saudações Vascaínas

Carlos Junior

3 comentários:

  1. Nossa, aquela defesa do Fernando Prass foi demais...melhor goleiro do Brasil.
    Tomara q nao chamem ele pra seleção pq senao ele nao fica nem 1 mes no Vasco..hahahaha
    Saudações Vascainas.

    ResponderExcluir
  2. Que defesa mesmo hein Maria!

    Goleirasso!!

    ResponderExcluir
  3. Como é bom saber que temos um verdadeiro GOLEIRO E UM PAREDÃO no nosso gol, Fernando Prass com certeza é um dos melhores que atuam no Brasil! Não foi atou a que foi o melhor em Coritiba!

    Nem posso falar muito sobre o jogo porque tava tão empolgado com a festa da Fjv aqui em Manaus que quase não assisti, só cantei cantei ♪

    RUMO A LIDERANÇA! /+/

    ResponderExcluir