29 janeiro 2011

Diretoria está totalmente perdida

Saudações vascaínas, irmãos cruzmaltinos!

Após assistir a coletiva dada ontem no final da tarde pela diretoria do clube(alguns como o Mandarino apenas fizeram presença) me confirmou o que eu já temia: A diretoria está totalmente perdida neste momento. Porém, tomaram uma decisão correta que era a demissão de PC Gusmão do comando da comissão técnica cruzmaltina. Mas, como sempre o senhor Roberto Dinamite começou tomando decisões erradas como o afastamento de Felipe e Carlos Alberto, que não estão sozinhos nessa questão e também não é o afastamento ou rescisão de seus contratos que trará a solução mágica para o senhor Roberto Dinamite. Se o Carlos Alberto discutiu com o presidente, a culpa é do próprio Dinamite! Pois não soube se impor como homem e nem como presidente. Ele deveria ter mandado Carlos Alberto calar a boca, pois o Roberto tem muito mais estrada que ele no futebol e principalmente por ser quem paga as contas do clube e o salário do jogador. Se o Dinamite tivesse tido esta postura, duvido que num instante a discussão não tivesse terminado. Claro que o Dinamite deveria ter assumido a responsabilidade pelos resultados e passar isso aos jogadores, pois daria o mínimo de tranquilidade para acalmar os ânimos naquele momento. Fica claro, que o Dinamite não soube mais uma vez administrar uma situação, que se fosse uma pessoa de mais pulso teria colocado um pouco de ordem na casa.

O caso de Felipe é a mesma coisa. Se ele foi embora do estádio sem a permissão da comissão técnica ou de alguém da diretoria, tentassem resolver isso após a contratação de um novo técnico. Pois o que estava claro naquele momento, era de que já não havia mais clima nenhum para a permanência de PC Gusmão como técnico do Vasco, principalmente porque não só Felipe deixou o estádio após a substituição no último jogo, pois Ramon também foi embora do estádio depois de ser substituído. Então, porque não afastar Ramon também? Isso apenas confirmou que PC já não tinha mais respeito e muito menos o comando da equipe. Aliás, me parece que o PC não tem o comando do time desde Dezembro, quando deu aquela entrevista em tom de despedida se dizendo insatisfeito com alguns problemas internos do clube. Ora, já é o segundo técnico que fala isso com essa administração mal coordenada de Roberto, pois Dorival Júnior reclamou da mesma coisa antes de ir embora do clube.

Algo está errado no Vasco, mas não é afastando apenas dois jogadores que vai solucionar o problema. Afinal não são somente eles dois que não vem rendendo o que podem, É O TIME INTEIRO que não está jogando e nem se empenhando para conseguir os resultados. Se fizerem a cagada de rescindir os contratos dos dois jogadores, seria a maior burrice que o senhor Roberto Dinamite poderia fazer, principalmente porque pareceria vingança da sua parte pela discussão que ele deixou acontecer, pela falta de comando e liderança do presidente do clube.

Há muitas outras formas de punir os dois jogadores, do que rescindir os seus respectivos contratos. Normalmente, jogador que comete ato de indisciplina costuma sentir no bolso que o clube não é a casa da mãe joana, sofrendo multas severas no seu salário. ESSA SERIA A DECISÃO MAIS CORRETA E MAIS VIÁVEL NO MOMENTO!

Até porque, a diretoria precisa consultar o novo técnico sobre esses dois jogadores. Como você pode rescindir o contrato dos dois jogadores assim, dessa maneira sem medir o tamanho da cagada que estão fazendo ? Se fossem somente eles dois que não estivessem rendendo o que podem, aí eu concordaria em gênero, número e grau com a rescisão dos contratos dos dois jogadores. Mas é o time inteiro que não está se empenhando durante o jogo e muito menos rendendo o que podem! Até Dedé e Fernando Prass só fizeram besteira no último jogo e também num vi empenho de nenhum dos dois, sem falar no clima pesado entre os jogadores que mal se falavam em campo.

Tenho receio pelo tamanho da cagada que o senhor Roberto Dinamite e sua diretoria irá fazer nas próximas horas, principalmente de quem eles irão contratar para ser técnico do Vasco. No momento a melhor opção dos nomes disponíveis no mercado, é o de Antônio Lopes sem dúvida. É um técnico de gabarito, vencedor, tem muita história no clube, ganhou vários títulos, muito experiente, já soube contornar diversas situações de crise como essa no Vasco e foi técnico tanto de Felipe no Vasco, quanto de Carlos Alberto no Corinthans. Sem dizer que é um técnico de estilo disciplinador e não admite falta de respeito com ele. Afinal o cara já foi delegado de polícia. Apesar da idade, ele saberia como resolver a situação da melhor maneira possível e sem sombra de dúvidas, saberia mexer com os brios dos jogadores que no momento estão jogando sem nenhum brio sequer, nem parecem homens jogando futebol em campo.

Agora se for pra contratar Emerson Leão, Ricardo Gomes, Silas, Dunga aí a diretoria vai estar apenas adiando a demissão do novo técnico e aumentar ainda mais a crise que já está totalmente fora do controle da diretoria do senhor Roberto Dinamite.
Espero sinceramente, que eles tomem as decisões corretas para o clube e não façam mais cagadas do que já fizeram.

Abraços a todos, não esqueçam de comentar.

Saudações Vascaínas

Marcio Cesar
E-mail: marciodreux@bol.com.br

5 comentários:

  1. por acaso vc sabe o q o carlos alberto disse ao nosso presidente. falta de respeito com quem paga o seu salario pode dar justa causa meu amigo.nao é a 1° vez q ele tumultua um clube.funcionario q discute com presidente(imagina com outros proficionais o q ele nao faria)tem q ser demitido na hora

    ResponderExcluir
  2. Salve salve galera do BOSNP, concordo em gênero, número e grau com o título deste post. Já não basta a crise que anda rondando São Januário, eis que demitem PC Gusmão e Carlos Alberto e Felipe estão na corda-bamba. Pedir CA e Felipe para saírem não é necessário, pois o time depende praticamente deles. A minha solução é que eles amarguem o banco de reservas até eles melhorarem de produção e entrarem somente quando forem necessários.
    A gestão Dinamite é a segunda pior da história do Vasco depois de Eurico "Roberta" Miranda, pois ele é muito mole na presidência. Por mais que ele faça algo de bom no Vasco, em alguns pontos, ele é um palerma.

    Abraços, saudações vascaínas e parabéns pelo blog.
    Visitem- http://www.torcidacrvg.com

    ResponderExcluir
  3. Caro amigo leitor, sinto muito mas o Vasco não é uma empresa e muito menos um clube organizado pois o senhor Dinamite não tem pulso como presidente do Vasco. Não cabe ao Dinamite saber se eles podem ou não permanecerem no Vasco e sim ao novo técnico que é quem comandará os dois depois que for contratado.

    Jean, concordo com vc que não é necessário a rescisão do contrato deles, basta aplicarem as punições corretas. PO O VASCO NEM MULTAR ELES FEZ! Que eu saiba, no futebol só se rescindi contrato depois de que todas as punições foram aplicadas. O senhor Roberto tem é que ser mais homem e saber ter pulso pra presidir o Vasco ou então a situação não vai resolver assim.
    Tão falando em Carlos Queiroz, nem vou comentar isso. Pra que trazer esse cara? A gente nem conhece a linha de trabalho dele.

    ResponderExcluir
  4. WELLINGTON S.R.ROCHA30 de janeiro de 2011 17:18

    MARCIO CESAR, concordo com você pra que trazer esse cara a gente nem conhece a linha de trabalho dele, você sabia que ele é flamenguista? sinceramente isso não faz o menor sentido.
    um grande abraço de um vascaino de verdade.

    ResponderExcluir
  5. Wellington, eu soube se o Carlos Queiroz mas como ele recusou a proposta por causa da família, melhor assim. Obrigado pelo seu comentário

    Abraços

    ResponderExcluir