24 abril 2011

Entrevista Exclusiva com Belinha, a repórter mirim

Por: Carlos Gregório Junior (twitter: @CarlosGregJr)

Sabe quando a gente é criança e não tem a mínima ideia de qual profissão seguir no futuro? Aposto que nesse período você pensou em ser astronauta, jogador de futebol, policial ou até mesmo um super-herói, mas por algum motivo não conseguiu realizar esse sonho e seguiu outro caminho.

Diferentemente das pessoas que se encaixam no perfil acima, a nossa entrevistada de hoje, apesar de ainda ser uma criança, sabe muito bem o que quer ser no futuro. Vascaína roxa, daquelas que não perde um jogo do Gigante da Colina e chora a cada derrota, Maria Victória sonha em seguir a profissão de jornalista. Se depender do talento que a menina vem demonstrando nas recentes matérias para o Site Bela da Bola, a imprensa brasileira ganhará no futuro uma profissional muito talentosa.

Em entrevista exclusiva ao Blog O Sentimento Não Para, ‘Belinha’, como é carinhosamente chamada por amigos e familiares, conta um pouco sobre seu amor pelo Vasco e se apresenta para a enorme torcida cruzmaltina. Confira:

Belinha nos fale quando e como começou seu amor pelo Vasco.

Bom, meu pai é tricolor, mas na verdade antes de ter um time eu já gostava do Vasco. Então, fui gostando cada vez mais. Também tinha um vizinho em Teresópolis chamado Zezinho, que era vascaíno “roxo”, que sempre me incentivava a ser vascaína. Então, chegou um momento que tomei uma decisão: quero ser vascaína! Então, surgiu este amor.

Qual a primeira vez que você foi num jogo em São Januário? Ainda se lembra?

Claro que eu lembro! Foi uma emoção muito grande de ver aquela torcida do Vascão. Era maravilhoso ver a torcida dando esperança aos jogadores. Foi no jogo entre Vasco e Grêmio. Houve empate de 3 x 3. Entrei em campo com os jogadores, fiz até um vídeo em homenagem ao Dia Das Crianças. No final do jogo, chorei, pois queria, é claro, que o Vasco ganhasse.


Qual seu maior ídolo no Vasco? Algum jogador te agrada no elenco atual?

O meu ídolo no Vasco é o Roberto Dinamite. Ele me conhece desde a barriga da minha mãe, é uma pessoa muito apreciada por mim, além se ter sido um jogador fantástico. O jogador que me agrada do Vasco é o Renato Augusto, embora ele tenha sido emprestado para o Atlético-GO, continuo gostando muito dele. Ele é um jogador de talento e uma pessoa maravilhosa.

Mesmo jovem você realiza matérias jornalísticas para alguns sites, como o Bela da Bola. Quando surgiu essa idéia de se tornar uma jornalista mirim?

A amiga da minha mãe que trabalha no site me fez o convite, pois já falava na Rádio “Só da Vasco”. Falou pra mim que eu levava jeito, pois era muito falante. Participar do site era uma como coisa nova, pois ser uma jornalista mirim esportiva é uma novidade. A gente vê criança fazendo um monte de coisa, mas falar de esporte acho que sou a primeira. Agradeço a confiança que depositaram sobre mim e o carinho que todas as meninas do site têm por mim. Tem meninas que são de outros estados que só conheço pelo meu twitter, mas nossa relação de amizade é bem legal. Aproveito para mandar um beijo para o tio Zé Fernando, do Só da Vasco, para a tia Marta, do Vasco, e para todas as meninas do site Bela da Bola, principalmente para a Fernanda Belém, para a Isabella Amorim e para a Raquel Vieira.

Qual a melhor matéria que você já fez? Qual a mais engraçada?

A melhor matéria foi uma que fiz com o presidente Roberto Dinamite. Ele me recebeu na sala dele e foi todo legal comigo. Uma das melhores que fiz também foi com o maestro Felipe sobre os 300 jogos dele. Felipe é um jogador muito legal. A mais engraçada foi sobre a dancinha do goleiro Kidiaba, do Mazembe. Gravei na Praia de Icaraí, em Niterói-RJ, e várias pessoas fizeram a dancinha. Este foi o vídeo que gravei de mais acesso no Bela da Bola.

Pretende ser jornalista no futuro?

Sim. Pretendo ser jornalista mirim esportiva. Porque eu amo ser jornalista e estou amando as reportagens que faço para o Bela da Bola! É uma profissão muito importante!

Como é o dia-a-dia da repórter mirim? Tem momentos de lazer? Estuda? Enfim, nos fale um pouco sobre sua rotina.

Bom eu estudo de manhã no Colégio São José em Petrópolis/RJ, porque preciso estudar cada vez mais. Na parte da tarde vejo um pouco de TV e brinco um pouco, porque ninguém é de ferro! (risos). Tiro um tempo para ler um livro, porque a minha mãe fala que o livro precisa ser o nosso companheiro de todos os dias e concordo com ela! Tenho muitos momentos de lazer com minha família também. E costumo gravar mais nos finais de semana.

Como você avalia hoje o atual elenco vascaíno? Acredita que ele é capaz de brigar por títulos e fazer com que o torcedor tire o grito de ‘É campeão’ da garganta?

Acho que a torcida dá muita esperança ao time. Acredito que este time é capaz de brigar pelos títulos e a torcida é importante para apoiar o time sempre, nas horas difíceis e nas horas de alegria.

Você conhece o Rodrigo Caetano pessoalmente? O que você acha do trabalho dele? Está gostando do trabalho do técnico Ricardo Gomes?

Conheço o Rodrigo Caetano sim e ele é muito legal. O trabalho dele é muito difícil, mas ele faz muito bem. O técnico Ricardo Gomes eu conheci tem pouco tempo. Engraçado que eu estava louca para conhecer ele, mas quando conheci, fiquei não consegui falar nada, porque fiquei emocionada. Agora na entrevista eu consigo falar, ele é um grande técnico.

Como é sua relação com a loja Banana Bacana? Você sempre faz propaganda no seu twitter e nos vídeos sobre a loja.

Bom, a relação entre eu e Banana Bacana é muito bacana! (risos). É uma loja que me patrocina. Tive muita sorte porque as roupas de lá são maravilhosas, modernas e lindas! Tem roupas para menina e menino. E o pessoal que trabalha lá dá um atendimento especial não só para mim, mas para todas as crianças. Quero aproveitar e mandar um beijo para a gerente Adriana e para todas as funcionárias da loja de Petropólis. Tem muitas lojas da Banana Bacana espalhadas pelo Brasil inteiro. Se quiser que seu filho ou sua filha fique linda como eu é só ir numa das lojas da Banana Bacana mais próxima da sua casa. Vai valer à pena!

Deixe uma mensagem para a torcida vascaína:

Torcedores vascaínos que já gostam e conhecem o meu trabalho, muito obrigada pelo carinho. Torcedores que ainda não conhecem meu trabalho, não deixem de conferir meus vídeos no site Bela da Bola, vocês vão gostar. Aproveito também para mandar um beijo para os meus seguidores do twitter.

Siga a Maria Victória no Twitter- @mvbelinha

Confira algumas reportagens da Belinha clicando aqui

Um comentário:

  1. There is shocking news in the sports betting industry.

    It has been said that any bettor needs to look at this,

    Watch this now or stop betting on sports...

    Sports Cash System - Advanced Sports Betting Software.

    ResponderExcluir