14 fevereiro 2009

Falta de disciplina ou orientação?

http://www.telegraph.co.uk/telegraph/multimedia/archive/01125/robinho_1125307c.jpg http://flafa.files.wordpress.com/2008/12/adriano_inter_titulo.jpg


Se os jogadores Bruno Gallo e Vilson forem punidos de alguma forma, se juntarão a um grupo de vários jogadores que botaram sua carreira em risco a troca de diversão e mulheres.

Uma cena que tem sido comum no cenário futebolístico mundial nos últimos anos, principalmente envolvendo jogadores brasileiros, as farras excessivas sempre foram e sempre serão um fato marcante para a carreira do jogador, independente se é bom ou não. Podemos pegar com exemplo, Adriano, jogador que foi revelado pelo urubu em 1999, hoje joga na Inter de Milão, e sempre envolvido em escândalos, já chegou até em ser afastado do time principal, mas aparentemente recuperado, ganhou uma nova chance e as aproveitou, mas foi suspenso – exageradamente – por 3 partidas após dar um empurrão que foi considerado um soco, pelo tribunal esportiva italiano.

Será que um jogador com um histórico de “festeiro”, tem “cura”? A resposta é sim, mas precisa de alguém para orientá-lo, coisa que a maioria dos jogadores parecem não ter. Robinho é um deles, após sua saída conturbado do Real Madrid, foi para o Manchester City – na minha opinião, uma péssima troca – e há pouco tempo, se envolveu em um caso de polícia, uma garota inglesa o acusa de estupro, e se essa acusação for confirmada com verdadeira, ele vai se complicar e muito, Ronaldinho Gaucho teve um caso parecido sobre a mudança de time, com sua saída conturbada do Barcelona, Ronaldinho foi contratado pelo Milan, clube que comprou seus direitos, e recuperou a auto-estima do jogador, o fazendo voltar a Seleção Brasileira.

Pra quem pensa que só acontece na Europa, está muito enganado, o último escândalo confirmado, foi o dos ex-goleiros vascaínos Rafael e Anderson. Anderson, foi quem se saiu pior nessa história, porque o goleiro Rafael, foi contratado pelo Fluminense, que já tinha contratado o lateral-direito Mariano, que ano passado foi dispensado pelo Atlético-MG por ter desobedecido as ordens estipuladas pela diretoria.



Você acha que um jogador com histórico de festeiro tem cura?

S.V ~

Luís Barreiros

9 comentários:

  1. olha kra...

    acho q o os do vasco devem ser punidos


    + nao dispensados

    sobre o robinho e o adriano

    acho q se resolverem... podem fazer o q quiserem

    ResponderExcluir
  2. Jogando bem, pode ir todo dia pro termas

    ResponderExcluir
  3. Depende.

    A vida pessoal dos caras não interessa realmente a ninguém, mas se abusarem tb, estarão sendo indisciplinados.

    Essa história de night é muito relativa. Claro que a vida do cara não diz respeito a ninguém, mas não é por isso que ele pode beber todas, e chegar no treino só o "pó" porque vai ser nítida sua queda de rendimento.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. e jogar treinar e nao criar merda dentro do time, ta bao.

    pode ate dar o cu pra traveco todo dia... [2]

    ResponderExcluir
  6. É... SE ELES JOGAREM E TREINAREM TA TD CERTO

    MSM

    ResponderExcluir
  7. É... SE ELES JOGAREM E TREINAREM TA TD CERTO

    MSM

    ResponderExcluir
  8. ah cara, eu digo tipo, os caras tem um compromisso com o clube, ai foge da concentração, teve casos que o adriano chegou bebado no treino, a vida deles não é problema meu, mas abusar é demais

    ResponderExcluir