12 agosto 2010

Um dos melhores elencos do Brasil?

http://2.bp.blogspot.com/_ttdpoNA8BUk/TGPdATqj3zI/AAAAAAAAC-w/Km1ltSGFWGM/s1600/elenco+vasco+2010.jpg

Titulares:
Fernando Prass, Fágner, Dedé, Titi e Ramón; Nílton, Rafael Carioca, Rômulo e Felipe; Zé Roberto e Carlos Alberto. Reservas: Tiago, Irrazábal, Fernando, Jádson, Genílson, Thiago Martinelli, Cesinha, Carlinhos, Max, Allan, Renato Augusto, Jumar, Léo Gago, Fumagalli, Jonathan, Éder Luís, Rodrigo Pimpão, Nunes, Rafael Coelho, Lipe e Nílson.

Seria o elenco acima um dos melhores do Brasil? Seria ele melhor elenco que temos desde do tão falado time de Romário e cia?


Bom, antes de começar a analisar o fato acima que foi levantado essa semana pelo volante Rafael Carioca, gostaria de dizer que grandes nomes não ganham nada. Afirmo isso, pois ao longo de décadas o futebol mostrou que de nada adiantará um time possuir os melhores jogadores senão soube-los utilizar num esquema capaz de fazê-los render da melhor maneira.

A maioria dos críticos e jornalistas brasileiros se baseiam no rendimento dos atletas em temporadas anteriores para apontarem os favoritos e os melhores em uma determinada competição. Hoje, com a evolução do esquema tático fica cada vez mais difícil apontar essa ou aquela equipe como favorita. E se tem um campeonato no mundo que costuma contrariar todas as opiniões esse é o Brasileirão.

No ano de 2008 cansei de ouvir pessoas dizendo que o Grêmio não tinha elenco e capacidade para fazer uma boa campanha no Brasileiro. E o que aconteceu? O elenco tão sem capacidade do Grêmio acabou sendo vice-campeão brasileiro e no ano seguinte fez uma bela campanha na Taça Libertadores da América.

O exemplo acima deixa claro que às vezes um bom elenco não é que aquele repleto de estrelas e sim aquele que consegue se entender dentro e fora de campo. E o que seria se entender dentro e fora de campo? Simples, seria possuir no elenco jogadores que se completam, jogadores que se respeitam e lutam por uma mesma causa, por um mesmo objetivo. Um exemplo que pode ser dado da colocação acima é a equipe do Santos que brilhou no início dessa temporada e a própria equipe de "guerreiros" do Fluminense que conseguiu livrar o clube do rebaixamento dado como certo no ano passado.

Pode até parecer sem nexo o que digo e você deve está se pergutando onde quero chegar. Bom, o que estou querendo dizer é que para nosso elenco ser um dos melhores do Brasil basta exclusivamente que os jogadores queiram, que os jogadores foquem nesse objetivo e acreditem que o sucesso só depende exclusivamente deles. Pode até ser que não tenhamos os melhores jogadores, eu particularmente acredito que temos um elenco inferior ao de alguns clubes que estão na competição, mas como o próprio Dinamite vem dizendo em suas entrevistas nós temos que superar essas "deficiências" com muita luta e muito empenho. Em outras palavras estou querendo dizer que não podemos entrar em campo com menos vontade de vencer do que o adversário, por mais forte ou fraco que ele seja.

Esse elenco atual para mim é sem dúvida o melhor dos últimos 10 anos, mas para que isso fique gravado na história do Vasco é preciso que eles conquistem alguma coisa, é preciso que eles não comentam os erros dos elencos anteriores e saibam que o sucesso só depende exclusivamente deles. Isso, ao que parece, está sendo colocado na cabeça dos jogadores pela diretoria e pela comissão técnica. O maior exemplo disso é a própria declaração do Rafael Carioca que me fez emitir essa opinião e a do jovem Rômulo, que também declarou que podemos sim brigar pelo título.

Se hoje não somos apontados por pessoas ligadas a imprensa como favoritos é exclusivamente pelo fato de não termos apresentando ao longo da temporada que podemos vencer a competição. É difícil aceitar esse tipo de opinião vinda dos jornalistas, mas não tiro a razão deles, pois com erros de arbitragens ou não fomos eliminados das duas competições que disputamos precocemente.

Todavia, isso não significa que não podemos nos tornar favoritos no decorrer da competição. Só depende nós, ou melhor, só depende dos jogadores! E pelas últimas declarações eles realmente acreditam pode conseguir o que para muitos é impossível. Por falar em impossível, quem não lembra do título de 1974, quando vencemos o Santos de Pelé? É, pode até ser que eu esteja sonhando demais, mas quem sabe esse time não repete esse feito? A camisa já é mesma e a garra parece também ser igual, lembremos do último domingo...

Abraços e Saudações Vascaínas


Carlos Junior- Siga-me no Twitter

2 comentários:

  1. Ontem fiquei refletindo a respeito do elenco do Vasco. De fato, não é apontado pela mídia como favorito nem sequer teve suas contratações como destaque comparando-se com outros times como Inter, Galo etc. Pode até ser que a mídia não valoriza o Vasco ou esse time do vasco porque não fomos bem no primeiro semestre, mas decerto que esta mídia é bairrista e só tem olhos pra determinados times, vide aquele programa da Renata Fan, Neto e Cia, só falam dos times paulistas e ficam todo o programa repetindo matérias destes.
    Acredito sim que podemos brigar pelo título, há muitos anos não almejávamos isso, que bom!
    Parabéns pelo Blog! Se puder dá uma força no meu: http://eternamente-vasco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Seria muito bacana essa camisa ganhar 2 brasileiros...
    Caso isso aconteça, que ano que vem relembrem a de 1998...

    ResponderExcluir