27 outubro 2010

De olho nas arbitragens...

http://1.bp.blogspot.com/_Qf-uuSxMxq8/S8dMQ0IkOgI/AAAAAAAADi4/wgOjyFbvjVM/s1600/estamos-de-olho1.jpg


Já não é de hoje que os dirigentes Vascaínos têm reclamado dos árbitros nos seus jogos no campeonato Brasileiro. Mais uma vez, uma arbitragem polêmica que culminou em um jogador do Vasco expulso e perda que pontos importantes na competição nacional.


Dessa vez foi no clássico Vasco x Flamengo que a arbitragem causou certo prejuízo ao Gigante da Colina com a expulsão do zagueiro Dedé e assim pressionado pelo time adversário, acabou levando um gol e não vencendo a partida.


Muitos dirigentes acompanhados de jogadores e torcedores do Vasco tem a opinião que em alguns jogos o clube foi de alguma forma “prejudicado” e isso atrapalhou a campanha do time no campeonato Brasileiro.


É claro que não se pode jogar toda a culpa nos árbitros que apitaram os jogos pela fraca campanha Vascaína, mas que tivemos durante o torneio alguns problemas, isso é certo.

Não há como provar nada e fazer uma acusação sem provas pode levar clube e dirigentes a serem “punidos” severamente no final de tudo.


Tivemos algumas expulsões estranhas, podemos citar o CA 19, que muitas vezes é marcado pelos árbitros e acaba recebendo cartões que se fosse um outro jogador talvez não recebesse. Temos muita coisa a questionar sobre arbitragens no Brasil.


Nossos dirigentes devem estar atentos para esse tipo de situação que anda ocorrendo com o Vasco da Gama em relação à arbitragem. E de uma forma diplomática e com provas reclamar junto a CBF e buscar seus direitos se comprovado alguma irregularidade.


Temos que ter voz ativa junto à comissão de árbitros e mostrar que nossa instituição tem força e deve ser respeitada acima de tudo. Não queremos ser favorecidos, só queremos algo justo e coerente.


Pra cima deles Vascão !!!


Comentem amigos.


Abraço.


Fábio Barbosa colunista do Blog Redação Carioca e do Blog O Sentimento não Para

http://redacaocarioca.wordpress.com/

http://vascaominhapaixao.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário