17 outubro 2010

Entrevista Exclusiva com Renato Augusto, Futuro Craque do Vascão

Por: Luana Saud (@LuanaSaud)

http://4.bp.blogspot.com/_ttdpoNA8BUk/TLrLVh1VnlI/AAAAAAAADGQ/VINjRnh973A/s1600/renato+11.jpg

Era dia 13 de outubro de 2010 e o Vasco vencia o Corinthians por 2 a 0 quando o técnico PC Gusmão olhou para o banco e chamou o camisa 28 para entrar em campo. Na arquibancada muitos vascaínos se perguntaram: “Quem esse jogador que o PC vai por em campo?”. Alguns responderam que se tratava do capitão dos juniores, mas a grande maioria olhou para lado e disse: “Não conheço esse jogador!”.

Volante muito técnico, de bom passe e de muita garra, Renato Augusto fez sua estréia nos profissionais justamente na última quarta-feira, era ele o camisa 28 que muitos disseram não conhecer. Foi ele quem levantou a taça do Campeonato Carioca de Juniores desse ano; É ele o capitão da equipe sub-23.

Portanto, se você foi um daqueles que olhou para o lado e disse que não conhecia aquele jogador, aquele camisa 28, preste muita atenção no bate-papo abaixo, pois ele apresentará para você o jovem Renato Augusto de Assis, um garoto de 20 anos, que é uma das maiores promessas das categorias de base do Vasco.

1- Fale um pouco sobre o início da sua carreira, por onde você passou até chegar ao Vasco, qual é a situação do seu contrato e como foi sua adaptação ao clube e ao Rio de Janeiro.

- Bom… Tive uma breve passagem pelo cruzeiro dos 12 aos 13 anos, depois joguei no Tigres RJ, e no meu primeiro ano de juvenil, com 14 anos, eu fui pro Vasco. Renovei meu contrato até 21 de maio de 2014 e a minha adaptação aqui em relação ao futebol foi tranqüila, mas foi um pouco complicada a falta da família desde novo. Mas hoje eu me sinto em casa no RJ eu adoro esse lugar!

2- Quais são as suas principais características dentro de campo? E fora de campo, quais são as pessoas que mais tem apóiam?

- Minhas principais características são a marcação, força física e bom passe. Fora do campo, o meu maior apoio sempre foi DEUS e a minha família. Eles sempre foram o meu motivo pra lutar pelos meus objetivos.

3- Qual seu maior objetivo no futebol? Gostaria de fazer história num clube como o Vasco ou seguiria o sonho de ir para a Europa numa oportunidade? Qual é o clube dos seus sonhos?

- Todo jogador de futebol sonha em jogar na Europa, mas eu quero ir pra lá depois de ter feito uma historia aqui no Vasco, porque foi o clube que me deu oportunidade, me criou e eu me apeguei muito... E eu quero muito poder fazer uma história e dar alegrias pra torcida! O time que gosto na Europa é o Milan, gostaria de jogar lá.

4- Qual jogador do futebol brasileiro e do futebol mundial você gosta de ver jogar? Qual é o seu maior ídolo na vida e no futebol? Com quais jogadores te comparam?

- O meu jogador predileto sempre será o Kaká. Pra mim ele é o maior exemplo de vida e atleta, ele tem uma historia muito legal. Me comparam muito com o Gattuso e com o Guiñazu pela raça e entrega nos jogos!

5- Como vai o seu desenvolvimento físico? Existe algum programa especial para você por parte dos fisiologistas do clube para ganho de massa muscular?

- O meu físico sempre foi excelente, uma das minhas maiores características. Acho que não é necessário, sabe? Não tem porque, eu me sinto bem assim, me sinto leve pra correr e isso é muito bom. Tem sim um trabalho de resistência, e acaba incluindo força também e você ganha nas duas coisas.


6- Quem acompanha a base do Vasco diz que o time de 2009/2010 foi um dos melhores dos últimos anos. A pressão e a responsabilidade aumentam por causa disso? Qual é a importância das conquistas e o fato de ser capitão na categoria de juniores para a sua carreira?

- Pesou muito na minha carreira porque ganhamos títulos que o Vasco não ganhava há anos, e isso nos deu uma moral a mais e consequentemente a cobrança é maior. Mass isso é bom pro nosso desenvolvimento, porque nos deixa mais maduros e tranquilos pra executar o nosso melhor.

7- Qual é a maior dificuldade para um garoto da base se firmar no profissional? Quais são as maiores diferenças entre os jogos das duas categorias?

- A maior dificuldade é você conseguir seu espaço e a maior diferença é que você larga as "adolescências" da base e vira um "homem responsável" no profissional.

8- Aprovou a idéia do campeonato sub-23? Concorda que o Vasco é favorito ao título?

- Sim, claro! A ideia foi ótima, porque é um campeonato visado, onde só tem clubes grandes. Esse tipo de campeonato não tem favorito, tem merecedor. Estamos fazendo por merecer e, se conquistarmos o título, Glórias a DEUS!

9- Foi o Vasco que te deu a oportunidade de realizar o seu sonho de se tornar um profissional. Com base nisso, o que representa o Vasco para você atualmente? Como avalia sua estréia como profissional no jogo contra o Corinthians? O que sentiu quando foi chamado para entrar no jogo e o que sua família falou sobre isso?

- Tudo que eu conquistei até hoje foi pela graça de DEUS, que abriu as portas do Vasco pra mim. A minha estreia não foi uma das melhores, mas eu gostei. Vou continuar trabalhando pra sempre melhorar a cada dia. O que eu senti foi que um filme imenso passou em segundos na minha cabeça e ali, na beira do campo, eu pude perceber que todas as dificuldades que eu passei valeram a pena. Aquele momento ali pagou tudo! Senti uma alegria enorme, né? De saber que tinha chegado a minha hora… Só tive a reação de agradecer e dedicar tudo a DEUS! Minha familia toda assistiu pela TV, todos ficaram hiper felizes!

10- Após sua estréia, muitas pessoas falaram sobre o seu cabelo e as meninas elogiaram bastante. Já está preparado para esse tipo de comentário? Como reage a isso?

- hahaha... Após o jogo de domingo eu vou cortar o cabelo um pouco! Estou preparado sim, eu reajo bem e fico feliz pelos elogios. É sempre bom receber elogios.

11- PERGUNTA DO TWITTER: Você estreou no profissional e foi um sonho. O que você pretende fazer pra continuar no time titular já que você tem um talento enorme? (@juuhgraziadio)

- Sempre foi meu sonho e o sonho dos meus familiares. Ainda não estou entre os titulares, mas vou trabalhar dobrado pra conseguir o meu espaço.

12- Deixe um recado pra torcida vascaína!

- Sempre lutei muito pra chegar na equipe profissional e conseguir um espaço, estou lutando pra isso! Então a torcida pode sempre esperar a minha luta e entrega em todos os jogos em que eu vestir a camisa do Vasco... Um abraço grande a todos e que DEUS esteja com vocês.

Siga o Renato Augusto no Twitter (@RenatoAugusto28)

Relembre a primeira entrevista de Renato Augusto (veja)

Um comentário: