19 novembro 2010

Cruz de Malta em pontinhos... #13


Conversando com o Greg ele sugeriu uma pauta de personalidades, e a primeira a ser lembrada por ele foi Fernanda Abreu, e por ser uma torcedora apaixonada, merece ser a primeira aqui!

Essa Carioca e Vascaína, rotulada assim por ela mesma, nasceu no dia oito de setembro de 1961. Filha de Dona Vera e Seu Armando e irmã do Felipe, Fernanda teve uma infância tranqüila e feliz.
Antes de entrar para a “Blitz”, fazia muitas coisas ao mesmo tempo: Danças, canto, banda etc. Depois do sucesso da banda, Fernanda ganhou o país com a sua carreira “sangue bom” solo.
Hoje Fernanda é Filha, irmã, cantora, esposa, mãe de duas filhas e nossa artista vascaína da vez.

Fernandinha sempre deixou clara a sua paixão pelo nosso clube da Colina e já gravou uma versão do hino do Clube, que ganhou a Playlist dos vascaínos no Brasil todo. No ano passado, durante o momento complicado que o time passou Fernanda participou do projeto: Amigos pelo Vasco e realizou um show em beneficio do Clube, que se preparava para enfrentar a serie B.


Logo depois participou do projeto “O Vasco é meu” que tinha como meta principal levar ao clube mais sócios, e manter o sentimento. Para essa campanha Fernanda fez fotos para anúncios em revistas, cartazes, e ao lado de Bruno Mazzeo gravou um vídeo convidando a Torcida a participar.
Em setembro de 2009, Fernanda nos surpreende com mais uma atividade: A de escritora e lança o livro: Meu pequeno Vascaíno, onde sua filha caçula foi a musa inspiradora.
Sinopse: Apareceu um colega na sala de aula que anda infernizando a vida da Alice. O Mauro acha que meninas não manjam nada de futebol, nem do que mais interessa para ele: o Vasco da Gama. Como é que a Alice não sabe de cor a escalação do Expresso da Vitória? Para se dar bem nessa briga, ela decide montar, com a ajuda da mãe e do avô cruzmaltinos, o Almanaque do Vascão, recheado de coisas maneiríssimas sobre a história de um dos clubes mais populares do Brasil, que fez a galera vibrar com ídolos como Dinamite, Romário, Bellini, Barbosa, Ademir e Edmundo. Com um texto cheio de suingue e vibração, escrito por Fernanda Abreu, esse livro vai mostrar por que o Vasco não é um time só de portugueses, mas de todos os brasileiros. Então sente só a batida do funk: Eu só sei que eu sou feliz/ Eu sou Vasco da Gama desde o dia em que eu nasci/ E só posso me orgulhar/ A torcida vascaína sempre canta pra ganhar!
Definitivamente não poderíamos falar de torcedores ilustres sem falar dessa Vascaína sangue bom que tanto amor demonstra ter pelo nosso querido Vascão.

PS: Se alguém lembrar de alguma coisa que eu esqueci de citar, por favor não deixe de comentar.

Meu twitter: @quequelvascaina
Obrigado a todos pelo carinho.
Saudações Vascaínas de sempre.
Bjinss.

Um comentário:

  1. FERNANDA TI AMO MUITO VCE E O VASCAO MI ADD NO SEU ORKUT

    ResponderExcluir