05 novembro 2010

Por um camisa 1 revelado no Vasco

Por: Carlos Gregório Júnior (@CarlosGregJr)

http://4.bp.blogspot.com/_ttdpoNA8BUk/TNSzcmnnbiI/AAAAAAAADRs/SutU0S3rQ-g/s1600/4.JPG

O Vasco sempre foi um clube formador de atletas, mas nos últimos anos uma posição em especial tem sido ‘esquecida’. Desde a saída do ótimo Fábio (que apesar de ter começado no União Bandeirante-PR, terminou sua formação no Vasco)para o Cruzeiro, o Gigante da Colina não sabe o que é ter um goleiro de qualidade e formado no clube ocupando o posto de titular. É bem verdade que Cássio recebeu muitas oportunidades entre os anos de 2006 e 2007, mas em nenhum momento ele conseguiu superar a desconfiança da torcida.

O que vem levando o clube a ter essa dificuldade? Seria a falta de valorização? A preferência por goleiros de fora? Tentando responder essas e outras perguntas, entramos em contato com alguém que conhece da posição e convive diariamente com a garotada vascaína. Trata-se de Guilherme Almeida, preparador de goleiros e um dos responsáveis pela formação desses jovens.

Nesse pequeno bate-papo, Guilherme falou um pouco sobre o trabalho que vem sendo feito no clube, comentou a importância do ídolo Carlos Germano nesse processo e apontou os goleiros mais promissores. Estão curiosos para saber quais são? Se sim, descubram abaixo:

O Vasco sempre foi conhecido no cenário do futebol brasileiro como um revelador de talentos e nos últimos anos não vem sendo diferente. Alex Teixeira, Alan Kardec, Souza e Phillipe Coutinho, todos com passagem pela seleção brasileira, são exemplos recentes e não me deixam mentir. Por outro lado, esse processo não vem ocorrendo com todas as posições. Desde a saída de Fábio, hoje no Cruzeiro, o Vasco não conseguiu emplacar um goleiro revelado pelo clube no time titular. O que você pensa a respeito? E o que vem sendo feito no clube atualmente para que essa ‘sina’ dos últimos anos acabe?

Eu gosto muito do trabalho que o Fernando Prass tem feito com a camisa numero 1 do Vasco. Sou fã dele e do Tiago, mas temos muitos bons goleiros na base. Estamos plantando a semente para que no futuro não precisemos gastar dinheiro em contratação de goleiros. Estamos trabalhando forte para que possamos fabricar bons goleiros para a equipe profissional.

http://3.bp.blogspot.com/_ttdpoNA8BUk/TNTG13EpsrI/AAAAAAAADR0/A-4Oa-Ym_AA/s1600/1.jpg

Como você trabalha com a categoria pré-mirim, apesar de muitas vezes viajar com as equipes sub-17 e sub-15, gostaria de saber quais as maiores dificuldades que você encontra ao trabalhar com esses garotos. Afirmo porque muitos desses sonham em se tornar jogadores de futebol, mas raríssimos na posição de goleiro. Como se dá esse processo? O garoto já chega ao Vasco com o desejo de ser goleiro ou são vocês que o colocam na posição?

Eu faço na categoria pré-mirim o trabalho de iniciação com os goleiros, um sistema de adaptação ao campo de futebol. Faço bastantes trabalhos educativos das técnicas de defesa do goleiro, já que contamos com uma ajuda muito importante do futsal do Vasco, pois a maioria dos goleiros que estão no pré-mirim jogam ou jogaram futsal, ou seja, eles já tiveram uma iniciação desportiva e isso para um goleiro é muito importante. No Vasco trabalhamos em conjunto com a base do futsal, que tem uma força muito grande no Rio de Janeiro. Viajo sempre com categorias maiores e não encontramos nenhuma dificuldade, pelo contrário, somos respeitados no Brasil inteiro. Esse ano de 2010 fiz cinco viagens pelo Vasco para outros estados; quatro com a equipe sub-17 e uma com a equipe sub-15. Fomos bem, graças a Deus, em todas as competições. O Vasco é convidado para disputar muitos torneios no Brasil em períodos das férias escolares; temos uma filosofia de trabalho muito inteligente, esse ano, por exemplo, trabalhamos da seguinte maneira: em competições sub-17 levamos o sub-16, ou seja, isso serve para dar uma experiência para os mais novos. Isso é uma atitude muito inteligente da diretoria, pois sempre que vamos com a equipe um ano mais nova, os meninos se motivam mais. Dentro dessa Filosofia, fomos disputar a Copa Promissão em São Paulo com a equipe sub-16 e ficamos em 3º lugar, perdendo na semifinal para o Corinthians. Vale lembrar que eliminamos as equipes do Internacional sub-17 na semifinal e o Atlético- MG, também sub-17, nas quartas de finais. O detalhe também é que levamos um goleiro da equipe infantil (sub-15). Portanto, tivemos um saldo que foi muito positivo, pois enfrentamos equipes grandes do Brasil ficarmos em 3º lugar na competição. O Vasco, para quem não sabe, tem um trabalho de captação incrível, coordenado pelo Juarez Fischer que chegou ao Vasco junto com o nosso gerente de futebol Rodrigo Caetano. Essa captação é muito importante também para os goleiros, pois a equipe do Fischer sempre traz goleiros para fazer avaliações conosco e esses já chegam ao Vasco sabendo que irão ser goleiros, não colocamos na posição. S alguns desses trazidos se enquadrarem na nossa filosofia de trabalho federamos o menino.


http://1.bp.blogspot.com/_ttdpoNA8BUk/TNSxZa0l5QI/AAAAAAAADRk/ja8To2pfNaE/s1600/5.jpg

Hoje o Vasco possui em seu elenco goleiros como Tiago e Fernando Prass, além de possuir Acácio e Carlos Germano na comissão técnica. Como os preparadores de goleiro do clube utilizam esse fato para motivar esses garotos? Em algum momento eles têm contato com essas referências em termos de Vasco?

Os meninos estão sempre em São Januário acompanhando os treinamentos e os jogos do Vasco e com certeza todos sonham em um dia defender o gol do Vasco na equipe de cima. Lá na base sempre quando podemos fazemos reuniões com todos os preparadores de goleiros para que possamos compartilhar e seguir a filosofia de trabalho uns dos outros. Isso é muito importante para o desenvolvimento do goleiro, pois ele passará a seguir sempre o mesmo padrão, ou seja, todos nós falamos a mesma língua.

A posição de goleiro é sem dúvida a que menos admite erros. É comprovado que o emocional influi muito na atuação de um atleta e até mesmo por conta disso ele tem que ser bastante trabalhado no período de formação. Com base nisso te pergunto: Qual trabalho vem sendo feito com esses garotos para que eles não se abalem com um erro? Para que eles consigam entrar em campo de cabeça tranquila?

No Vasco contamos com uma equipe de psicólogos, coordenada pela Maria Helena, que é do profissional. Ela tem uma equipe de profissionais da psicologia que nos acompanham diariamente. Toda equipe tem um psicólogo e isso nos ajuda muito, pois os meninos sempre têm consultas com psicólogos. Sempre estamos passando um pouco da nossa experiência para os goleiros, sempre conversando somente sobre acertos. Eu digo sempre aos meus goleiros que se por um acaso tiver algum acidente, é levantar a cabeça e virar á página, pois se ficarmos pensando no erro iremos novamente errar. Quando acontece o erro, ou os erros, eu procuro conversar com eles no dia do próximo treino porque naquele momento ele não estará bem psicologicamente para conversar sobre o assunto. Portanto, orientações durante o jogo é de palavras positivas sempre para os meninos.

http://4.bp.blogspot.com/_ttdpoNA8BUk/TNSxYlzvZyI/AAAAAAAADRc/KoM-JMYk2VM/s1600/2.jpg

Como já relatei acima, o último grande goleiro revelado pelo clube foi Fábio. Após eles tivemos Cássio e Éverton, mas nenhum deles conseguiu obter sucesso com a camisa vascaína. Justamente por esse motivo nos últimos a camisa 1 vem sendo ocupada por jogadores que não foram revelados no clube. Com base nisso te pergunto: Como fazer para que esses garotos tenham motivação sabendo disso?

Como eu já havia dito, estamos plantando a semente para que no futuro possamos revelar um ótimo goleiro para a equipe principal e também para a seleção brasileira. É aguardar que Deus fará a obra.

A torcida vascaína, assim como eu, deve está muito curiosa para saber quais as maiores promessas do clube na posição. Fale-nos quais são, se puder em cada categoria, e cite as qualidade de cada um.

Temos muitos goleiros de qualidade, que com certeza a torcida vascaína irá conhecer. Na categoria sub-10 temos o Vitor, o Guilherme (Kibe) e o Luiz Felipe; no sub-11 temos o Lucas Passos, o Lucas Maia e o Alexander; no sub -12 temos o Matheus, Antonio e o Pedro; no sub-13 o João Paulo, o Yuri e o Luiz Henrique; no sub-14 o Juninho e o Thiago; no sub-15 o Brenner e o Jardel; no sub-16 o Diego (seleção sub-16) e o Felipe; no sub-17 o Jordi e o Mikael; no juniores o João Vitor, o Fabrício, o Conrado, o Cestaro, o Lucas Covolan e o Adilson. Todos os goleiros citados são de muita qualidade.

Como todos sabemos, a união faz a força e ninguém consegue obter sucesso sozinho. Com base nisso gostaria que você citasse os outros preparadores goleiro do clube para que a torcida vascaína também passe a conhecê-los.

Categoria sub-10 e sub-11: Professor Guilherme Almeida; sub12 e sub-13: Professor Rodrigo Pinheiro; sub-14 e sub-15: Professor Romulo Rodriguez; sub-16 e sub -17: Professor Marcelo Pires; sub-18 ao sub-23: Professor Marcio Cazorla.


Vídeos de alguns treinamentos dos goleiros em São Januário (Créditos: Marcelo Pires)







2 comentários:

  1. Muito interessante essa divulgação.
    Dá animo à torcida sobre a preparo de nosso futuros idolos.
    Uma questão: sabemos da dificuldade do clube em dispor de um centro de treinamento.Parece pelas fotos que essas instalações são em Rio Bonito.
    Trata-se de algum convenio com prefeitura ou clube local?
    Porque a direção do clube não foge do Rio e instala, como aparentemente as divisões fazem, um centro fora do Rio: itaborai, petropolis, Saquarema, Itaguaí, Cabo Frio, etc.
    No Rio, ha grandes empecilhos junto Caixa ou Prefeitura, ha outros interesses concorrentes.

    ResponderExcluir
  2. There's shocking news in the sports betting industry.

    It's been said that any bettor needs to look at this,

    Watch this now or stop betting on sports...

    Sports Cash System - Robotic Sports Betting Software.

    ResponderExcluir