21 janeiro 2011

De novo não!

http://www.lancenet.com.br/resources/4830631.jpg

Pablo, Alex Teixeira, Allan Kardec, Souza e Phillippe Coutinho. Esses alguns dos jogadores revelados no clube que foram vendidos nos últimos três anos a preço de banana. Ambos se tivessem permanecido no clube, teriam sido vendidos por um preço infinitamente superior.

Lembro que na época em que foi vendido, Alex Teixeira estava muito valorizado, pois acabara de ser o destaque da Seleção Brasileira no Mundial Sub-20. Apesar disso, o nosso antigo camisa 7 saiu do clube por um valor pífio e menor inclusive do que o preço pago a Douglas Costa, reserva dele na mesma competição.

Pior do que a saída precoce de todos esses atletas, é o fato do Vasco não ter aprendido nada com essas negociações. Afirmo isso porque acredito que o mesmo será feito com o melhor zagueiro do Brasil na atualidade: Dedé. Apesar de ter renovado contrato com o clube por mais cinco anos, nosso camisa 26 deverá ser vendido na próxima janela para um clube europeu, que deverá pagar um valor abaixo do que ele realmente vale.

Como torcedor e fã do futebol do Dedé, acho que a diretoria deveria buscar uma forma de mantê-lo por mais tempo. A permanência do 'Mito' iria valorizá-lo ainda mais, pois ele ganharia mais visibilidade e passaria a ser observado mais de perto pelo técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes.

Com uma convocação para a seleção, o preço de mercado do jogador aumentaria consideravelmente e ele sairia do Vasco por um peço muito maior do que deverá sair na metade deste ano de 2011.

E como viabilizar essa permanência? O que proponho pode até parecer um absurdo, mas com planejamento e projeto isso pode se torna fácil. Sugiro que a diretoria do Vasco se reúna com o Dedé e com seus empresários e ofereça para eles um plano de carreira, como o Santos fez com o Neymar. Claro que o Dedé não é um Neymar, mas nosso amado clube poderia buscar parceiros para manter nosso camisa 26 pelo menos até o final de 2012, ou seja, até o final das Olímpiadas.

É questão de projeto, é questão de planejamento, é querer investir em algo que nos dará retorno. Se o atleta está acostumado com o ambiente do clube, tem o carinho da torcida e está correspondendo dentro de campo, por qual motivo não podemos mantê-lo? Passamos anos procurando um zagueiro de qualidade e quando ele aparece vamos vendê-lo a preço de banana?!

O Vasco tem que aprender a valorizar seus atletas e a apostar em quem realmente merece, no maior destaque do time atualmente. Com todo respeitos aos grandes Felipe e Carlos Alberto, mas hoje o melhor jogador do Gigante da Colina se chama Dedé e é a ele que devemos investir!

Pensem numa solução, não cometam os mesmos erros de antes, pois não podemos perder mais o melhor jogador do nosso elenco!

Abraços e Saudações Vascaínas

Carlos Gregório Junior

Siga no Twitter-
@CarlosGregJr

9 comentários:

  1. os dirigentes vascainos nunca souberam valorizar o seu patrimonio.
    vende-se mal e compra-se pior ainda.
    os exemplos existem às montanhas desde 1931 quando o clube foi excurcionar na europa e lá ficaram nossos nmelhores jogadores (fausto e jaguaré) sem que tivessemos recebido um só tostão do barcelona.

    e até hoje não aprenderam.

    ResponderExcluir
  2. Essa realidade no Vasco virou uma constante.
    Hoje não conseguimor fazer com que um jogador de qualidade e que tenha um carinho pelo clube fique nele por um período de tempo considerável.
    COm todo respeito ao CA19, que diz ter encontrado no Vasco o casamento perfeito, Dedé hoje simboliza muito mais um vínculo entre clube e torcida, do que qualquer outro jogador.
    Se essa saída se der no meio do ano, será mais uma atitude infantil de uma diretoria que vai se mostrando "despreparada" para a manutenção de jogadores de qualidade no elenco.
    Dedé tem que ficar!
    Saudações Vascaínas!

    ResponderExcluir
  3. Caro amigo,

    A internet tem se tornado um impressionante veículo de mobilização e precisamos usá-la para mais essa causa.
    Hoje vemos uma valorização do futebol brasileiro, muitos jogadores retornando e outros ficando, em virtude do fortalecimento da economia de nosso país.
    E vou além do seu excelente texto. O Vasco não pode pensar apenas em manter o Dedé por um tempo. Tem que segurá-lo aqui, fazer dele um ídolo, uma estrela, que hoje ele começa a mostrar que pode ser.
    Contrato dele deve ser até 2014 e quantos não vamos repatriar nesse tempo que não darão o mesmo retorno em qualidade dentro de campo.
    Podemos e devemos movimentar a torcida pela permanência do nosso ídolo por muitos anos, sendo ele um dos pilares das conquistas que projetamos para nosso Vasco.

    Abraço e sds vascaínas!

    ResponderExcluir
  4. Apoiado meu amigo... Dedé tem que ficar... é decepcionante ver nossos melhores jogadores serem vendidos a preço de banana...
    Esse ano tem eleições, e a dúvida > será que Dinamite fica ?
    Abs e saudações vascaínas !

    ResponderExcluir
  5. está complicada asituação vascaína...quero seguir a crêr que não dependemos mais do eurico, mas... a realidade me coloca em dúvida. o jopgo de bastidores é sujo e a nau vascaína com dinamite não engrenou, está apssos bem lentos e lerdosficamos nós, avidos por titulos. e nos escorando em pseudo revelações como Dedé, goleiros e laterais medianos, ex jogadorss como Felipe, atacantes de mierda e um ídolo que não joga e quando joga, cansa e quer uma bola só pra ele, o CA!(. Uma pena. estou descr4ente e triste. andei sumido do meio por cvonta disso. Não sei se voltarei a blogar de novo enquanto o vasco estiver nessa penúria. Cansei. abs, sigo acompanhandop sua smatérias e comentários no supervasco

    ResponderExcluir
  6. Concordo plenamente com você Gregório, com relação as vendas de Pablo, Souza, Alex Teixeira e Alan Kardec que foram vendidos por preço de banana e poderiam ter rendido muito mais dinheiro para os cofres do clube. Essas vendas feitas pelo Dinamite, não foram bem analisadas e nem visto uma maior valorização dos jogadores.
    Com relação a Phillipe Coutinho, esse sim poderia ter sido vendido por um valor mais alto do que todos os outros jogadores juntos, foi uma negociação feita pelo senhor Tôrico Miranda que alega que na época não tinha nenhuma outra alternativa... Hora se o Santos conseguiu segurar Neymar, na época com 15 anos quando começou a aparecer ainda no juvenil, porque o Vasco não poderia segurar o Coutinho? Essa eu não vou engolir e espero que essa diretoria possa aprender com Cruzeiro, Grêmio, São Paulo e Inter, que são os clubes que melhor vendem no Brasil, como se vende jogadores valorizados no mercado.

    ResponderExcluir
  7. Será que teriamos um VERDADEIRO VASCAINO para o lugar do Dinamite?
    Que olhasse para o VASCO como nós olhamos sem interesse de delapidar o nosso patrimonio?
    Se tiver esse VASCAINO o DEDE ficará no VASCO por muito tempo.

    ResponderExcluir
  8. Realmente, Dedé precisa ficar!!!!É um símbolo vascaíno e devemos mobilizar-nos na internet e nos veículos de comunicação de massa, assim como foi feito em relação ao Rodrigo Caetano: FICA DEDÉ!!!Esse, ainda é um dos poucos que sobram em qualidade nesse medíocre time vascaíno, de Níltons, Marcéis,Jeffersons, Gusmões e outros menos cotados.
    Esse também é um ano de renovação e temos confiança de que aparecerá um nome ousado,de espírito vencedor e com ousadia para colocar o vasco na trilha dos títulos que não ganhou nesta década perdida:FORA DINAMITE!!!

    ResponderExcluir
  9. There's shocking news in the sports betting world.

    It has been said that every bettor must watch this,

    Watch this now or quit betting on sports...

    Sports Cash System - Automated Sports Betting Software.

    ResponderExcluir