21 fevereiro 2011

O comandante da caravela

Saudações Vascaínas, caros amigos leitores!

Hoje irei reproduzir uma entrevista com o novo comandante da caravela de São Januário: o técnico Ricardo Gomes. Durante a entrevista o técnico mostrou bom humor e a calma que sempre caracterizaram o ex-zagueiro da seleção brasileira. Por este motivo, decidi divulgar a entrevista aqui no blog, afinal o tema da entrevista não poderia ser outro: O time do Vasco da Gama.

1) O que você lembra do Vasco da época de jogador?

No Vasco, encontrei os melhores atacantes. A formação era Mauricinho, Roberto e Romário. Depois vieram Arturzinho, Mario... Basta? Bismarck, Geovani... Pega um Mauricinho no Maracanã para você correr atrás. Era um ponta que vinha driblando. Romário acelerando o jogo. Roberto com a bola parada ou dentro da área. Era duro, mas o Fluminense era muito forte também.

2) Você pegou um time destroçado psicologicamente. O que fez para mudar este quadro?

Muita conversa e simplicidade. Se inventar nesta hora fica marcando o passo. É muito papo para resgatar a confiança. Além de tudo, é um time jovem. Se é um time experiente, o comportamento é outro. Você chega empurrando a porta. Aqui, não. Junta, conversa bastante, coloca para cima que o resultado chega.

3) Falta muito para o time ter a cara do Ricardo Gomes?

Falta. Foram dois bons jogos. É muito pouco. O Vasco precisa de uma sequência de bons resultados para resgatar a credibilidade com a torcida. A última goleada ajudou bastante. Foram três passos em vez de um. Mas é pouco. Quando você enfrentar dez adversários, todos diferentes, você começa a ter uma referência. Aí, veremos até onde o Vasco vai na temporada.

4) Há reforços a caminho?

Falamos sobre contratações diariamente. O Vasco não está podendo escolher jogador. Nosso trabalho é de observação e concentração nas oportunidades que surjam. Todos os dias falamos sobre isso, mas não tem desespero nenhum.

5) Rodrigo Caetano falou em contratar um meia de ligação e um atacante. Procede?

Acho que o Felipe e o Jeferson estão muito bem, mas isso pode acontecer. Tem jogadores que eu acho que ainda podem dar respostas. O Misael eu não conhecia muito bem. É um jogador que está passando por um período de adaptação e que pode deixar seu recado por aqui. É um momento de recuperação e paciência para os que não tiveram espaço.

6) Qual o melhor jogador que você já treinou?

Ih... são vários. Os goleiros: o Lama, no Paris Saint Germain; e o Julio César, no Flamengo. Dois jogadores de seleção. No Monaco lancei um goleiro, o Ruffier, que já está sendo convocado. Creio que o Prass vai chegar na seleção. Tem Raí, Marco Simone, um atacante italiano, Leonardo. Tinha um jogador do Vitória chamado Matuzalém. Que jogador de futebol! Um volante que sabia jogar. No São Paulo, Rogério Ceni é exemplar. É um grande goleiro e nunca vi um cara cobrar falta com tanta perfeição. O rendimento dele nos treinos é impressionante. Não é só talento, é dedicação. Eu tinha que ter estudado para esta pergunta (risos). Vou esquecer alguns.

7) Qual o setor do time que lhe passa mais confiança?

Nos primeiros dias, conseguimos um rápido desenvolvimento coletivo. As linhas de defesa, meio e ataque se encontraram rapidamente. E isso foi mais rápido que eu esperava. O time está bem equilibrado. Estou sendo bem cauteloso. O jogo flui e isso traz confiança.

Fonte: Jornal Extra On line

Piada do ano

Mais uma vez a mulambada tenta em vão, conseguir o reconhecimento do suposto título de 1987 onde se auto proclamou campeão, após uma invenção de final contra o Internacional. Uma tentativa desesperada e ridícula pois a própria CBF já entregou a taça das bolinhas ao São Paulo, que é o detentor da taça por direito. Quando é que o flamengo vai entender que não se ganha título ou reconhecimento de boca?

Pois é muito fácil a CBF de forma verbal chegar e falar na imprensa sem nota oficial após uma reunião inventada, dizer que reconhece o título do flamengo agora porque houve um "estudo" jurídico por parte do flamengo e os advogados da entidade alegam que não há ilegalidade em aceitar a argumentação. Logo depois de uma semana após a entrega OFICIAL da Taça das Bolinhas ao São Paulo. Sendo que ainda temos que aturar a convencida presidente do flamengo, dizer que espera que o São Paulo tenha a nobreza de devolver a taça.

Nos poupe senhora porque o São Paulo devolveria algo que não lhes pertenceu nenhuma vez, pois o flamengo jamais foi o campeão de 1987 de forma oficial e continuará não sendo. O Sport já avisou que tomará as devidas medidas cabíveis, pois isto está contra a decisão judicial de 1994, que reconhece o Sport como LEGÍTIMO campeão brasileiro de 1987 e não é de boca que se declara algum clube como campeão. Pois a cerimônia da CBF já passou, a taça das bolinhas já foi entregue ao verdadeiro dono e por direito, que é o São Paulo.... Agora eu me pergunto: Aonde será reconhecido esse suposto título de forma oficial?

Mas pra quem tem a flaprensa pra inventar e divulgar mentiras, quem sabe não venham mais piadas para nós rirmos mais um pouquinho, né? AHAHAHA

Bom por hoje é só pessoal, abraços a todos e até quinta!

Saudações Vascaínas

Marcio Cesar
e-mail: marciodre@bol.com.br

Um comentário:

  1. There is SHOCKING news in the sports betting industry.

    It's been said that every bettor must watch this,

    Watch this now or quit betting on sports...

    Sports Cash System - Robotic Sports Betting Software.

    ResponderExcluir