27 julho 2011

DEMISSÃO DO CLUBE / BANIR DO FUTEBOL É POUCO!!!


Nação Vascaína,

Muito foi dito nessas últimas 48 horas sobre esse fato lamentável que aconteceu diante do jogo Vasco x Sport, pela Taça BH no campeonato Sub-20.
E venho também prestar minhas considerações sobre este fato digno de repúdio, não só aos amantes do futebol, mas por todos aqueles que tenham um mínimo de respeito a qualquer ser humano.

O "goleiro" (que na minha opinião está mais para um lutador de MMA), numa atitude COVARDE, DESUMANA, após uma pequena confusão diante do lance que gerou a falta no Romarinho (que esta caído no chão na foto), simplesmente sai da sua área, dispara em direção aos jogadores que ali se encontravam e POR TRÁS, realiza uma "voadora" atingindo a nuca do volante Elivélton do Vasco, fazendo com que esse fosse ao chão num verdadeiro nocaute, com suspeita de fratura na coluna torácica e cervical.

O que dizer diante de um fato como este??
Muitos colunistas, jornalistas, celebridades, estão a defender que esta pessoa necessita de auxílios psicológicos, dizendo ainda que a demissão sofrida tenha sido até arbitrária.

Minha opinião: DEMISSÃO É POUCO! BANIR ESTA PESSOA DOS GRAMADOS É POUCO!

Queridos amigos, esse fato é uma verdadeira TENTATIVA DE HOMICÍDIO. Digo mais ainda, é um TENTATIVA DE HOMICÍDIO DUPLAMENTE QUALIFICADO (POR MOTÍVO FÚTIL / DE MODO QUE DIFICULTE OU TORNE IMPOSSÍVEL A DEFESA DA VÍTIMA - Art. 121, §2º, II e IV, do Código Penal).

Muitos estão dizendo que é um garoto, que não possui discernimento, que precisa de orientação. TUDO DESCULPA PRA PASSAR A MÃO NA CABEÇA DE UMA PESSOA QUE REALIZA UM ATO CRIMINOSO COMO ESTE!

NINGUÉM, repito, NINGUÉM, aplica uma voadora contra a nuca ou a cabeça de uma pessoa sem saber dos riscos da sua conduta! Falar que não achava que tal evento pudesse ocorrer é uma DESCULPA ESFARRAPADA PARA SE LIVRAR DA APLICAÇÃO DA LEI PENAL! Esse cidadão claramente assumiu o risco do resultado, pouco se importando para as eventuais consequências, o que demonstra claramente que o mesmo agiu com DOLO EVENTUAL (atrevo-me a afirmar até que seja DOLO DIRETO)!

* dolo eventual é um tipo de crime que ocorre quando o agente, mesmo sem querer efetivamente o resultado, assume o risco o produzir.
* Dolo direto é o dolo propriamente dito. Caracteriza-se pela vontade livre e consciente de um indivíduo de praticar uma conduta tipificada na legislação penal.

Sidney Rezende disse de forma clara e objetiva:

"O goleiro Gustavo foi devidamente expatriado do Sport Club de Recife, além de indiciado pelo delegado local por (clara e evidente) tentativa de homicídio. Certamente aparecerão os "sociólogos de feira" (tomando emprestado o termo de João Máximo para designar os que acusam Noel Rosa de racista na letra de "Feitiço da Vila") - que, como ele diz, "abundam por aí" - para fazerem a comiseração hipócrita e tergiversada de que "isso é um exagero", "coitado", "jogaram-no na criminalidade". Quem admite que um suposto desportista possa cair na criminalidade por ser punido mediante um ato desses deve consentir que um traficante continue de arma em punho para não ser "jogado na marginalidade" da prisão.
E pra quem ainda acha que Gustavo não usou "uma arma" para atacar Elivélton, experimente colocar uma chuteira profissional em uma balança, "acariciar" suas travas de ferro e, depois disso, pedir que alguém a calce e chute a sua cabeça! Se fizer cócegas, então terá sido, de fato, exagero..."

É preciso que o Estado, através do Ministério Público, atue de forma direta e rígida, de modo que atos como este possam servir de exemplo para quem possa tentar agir de forma semelhante dentro de qualquer esporte. Fechar os olhos e deixar passar esta verdadeira barbárie seria estar conivente com este tipo de conduta.

Esse cidadão não é um garoto.. É um homem, maior de idade, com pleno gozo de suas faculdades mentais. Agiu de forma fria, calculista, e merece a punição devida.

Como disse Sidney Rezende, na qual tenho o prazer de repetir: "Quem admite que um suposto desportista possa cair na criminalidade por ser punido mediante um ato desses deve consentir que um traficante continue de arma em punho para não ser "jogado na marginalidade" da prisão".

É muito fácil pedir desculpa depois de já ter realizado o ato. Se for assim, perdoe também o criminoso que tira a vida friamente de qualquer pessoa, e que depois diga estar arrependido! ESSA NÃO COLA MESMO!

Flávio Frotté
e-mail: ffrotte@gmail.com
twitter: @flaviofrotte

3 comentários:

  1. Leônidas Camaro -ES27 de julho de 2011 14:24

    Concordo com você Flávio. Acho que esse tipo de agressão deve ser totalmente reprimida, de modo a coibir eventuais situações semelhantes. Esse goleiro ultrapassou qualquer limite e precisa sofrer as sanções pela prática do ato.

    ResponderExcluir
  2. Boa Flavinho, falou como um verdadeiro advogado agora e nos deu uma verdadeira aula de Direito (ok, parei :P)
    Concordo ctg em número, gênero e grau. O que o Gustavo fez foi uma covardia e apesar do pedido de desculpas, não pode ficar assim.
    Elivélton foi super humilde em aceitar o pedido de desculpas dele, mas isso não significa que ele não mereça uma punição, até pq como vc mesmo citou, tomar uma voadora, e de chuteira ainda, é algo que realmente dói muito e pode causar sérias lesões.

    ótimo coluna Toddynho!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. There is SHOCKING news in the sports betting industry.

    It has been said that any bettor must watch this,

    Watch this now or quit betting on sports...

    Sports Cash System - Automated Sports Betting Software.

    ResponderExcluir