05 agosto 2011

O despertar de um craque!

No dia 03 de Março, Diego Souza é apresentado o novo camisa 10 de São Januário, com a missão de recolocar o Trem-Bala da colina no trilho dos títulos novamente. Contratação muito badalada, estréia fulminante e empolgante contra o Botafogo, Diego Souza foi aos poucos conquistando a torcida cruzmaltina que ainda não estava 100% fisicamente. Fez um trabalho de recuperação física com o preparador Rodrigo Polleto, a pedido do técnico Ricardo Gomes que apostava todas as suas fichas no craque. Não demorou muito e os resultados começaram a aparecer. Na reta final da Copa do Brasil, em plena Arena da Baixada, Diego Souza tem sua primeira grande atuação pelo Vasco, com direito a golaço. Nas semi-finais, foi fundamental mostrando personalidade e fazendo o gol de empate contra o Avaí em São Januário. No segundo jogo da semi-final, Diego Souza chama a responsabilidade pra si e tem uma atuação excelente, fazendo o gol da classificação para a final da Copa do Brasil e tendo sua melhor atuação pelo Vasco até então. Após isto, Diego teve uma queda de rendimento e como o trabalho de recuperação física ainda não havia sido concluído, Rodrigo Polleto novamente põe o craque para aprimorar a parte física, para que o craque pudesse estar logo 100% física e tecnicamente. Após ficar alguns jogos no banco, Diego Souza volta contra o Atlético Mineiro e tem ótima atuação marcando os dois gols da partida. Novamente titular e atuando contra o São Paulo, Diego Souza faz outra excelente atuação dando passe para o primeiro gol e criando a jogada do segundo. Mas o melhor estava por vir... Em um jogo que a imprensa estava descaradamente tietando o time do Santos e focando no duelo entre Dedé x Neymar (diga-se de passagem, nem chegou a ser duelo) Diego Souza rouba a cena logo no início do jogo com uma arrancada espetacular que deixou Éder Luís na cara do gol e por muito pouco não abriu o placar. Mas o camisa 10 da colina histórica estava imparável: Uma matada no peito com estilo e um chute espetacular no ângulo, UM GOLAÇO! 
Depois do gol, Diego Souza infernizou a vida dos santistas que ficavam loucos toda vez que o craque dominava a bola e dava uma de suas fantásticas arrancadas. Fez um primeiro tempo, que mesmo após alguns refletores do estádio terem apagado(absurdo terem parado o jogo, deveria ter tido no mínimo bom senso) ainda deu uma arrancada passando por 5 jogadores santistas e por muito pouco não fez outro golaço, me levando a um sentimento de nostalgia com suas arrancadas, que me faziam lembrar do nosso maior ídolo, Edmundo em sua melhor forma onde suas arrancadas eram fenômenais e características do Animal. Enfim, finalmente pude presenciar o despertar de um craque que tem tudo para ser o craque do campeonato brasileiro, que finalmente fez uma atuação de encantar qualquer torcedor. 
Obrigado Diego Showza, por esta atuação memorável!

Em tempo

Alguém viu o Neymar jogar? Acho que ele entrou em campo só para ver Dedé jogar! Que atuação fantástica da nossa dupla de zagueiros... Agora tenho certeza que será reconhecida por alguns jornalistas, que não sabem nem o que é uma bola, como a melhor dupla de zaga do Brasil disparado! De fato, Dedeckenbauer e Anderson Maldini fazem jus aos seus respectivos apelidos, pois estão jogando a nível de futebol mundial e não só de seleção. E ainda tenho que escutar do repórter da globo, o senhor Carlos Cereto que a torcida do Vasco chamar Dedé de melhor zagueiro do Brasil é exagero... Sinceramente quem esse cara diria que é o melhor zagueiro do país então? É cada uma que a gente é obrigado a escutar...

Atuações dos jogadores:

Fernando Prass: Seguro e foi muito bem quando exigido. Salvou o time em dois lances, um no primeiro tempo e o outro no segundo. Nota 8,0

Fágner: Fez sua melhor atuação pelo Vasco na temporada. Marcou bem e apoiou bem ao ataque onde até fez uma jogada característica sua, usando toda a habilidade e velocidade que possui para deixar Felipe livre na cara do gol. Voltou a se entender bem com Éder Luís. É assim que a torcida que o ver jogar. Nota 8,5

Dedé: Melhor atuação de Dedé na temporada, não porque enfrentou Neymar mas sim porque fez uma atuação PERFEITA em todos os sentidos! Inclusive no ataque fazendo o segundo gol de cabeça. Nota 10,0

Anderson Martins: Excelente atuação desse jovem craque. Tem uma técnica apurada e lembra muito o estilo de Mauro Galvão ao jogar. Anulou totalmente Borges e ainda cortou algumas bolas de Neymar. Nota 10,0

Jumar: É impressionante como tem raça. Fez uma boa partida e mostrou novamente sua polivalência atuando pela esquerda. Ainda acho que ele deve fazer dupla de volantes com Rômulo e Julinho como titular na lateral. Nota 7,0

Rômulo: Mais uma excelente atuação! Sua subida de produção é fantástica, digna de elogios a sua dedicação incansável ao time. Participou bem do jogo, se movimentou bem, marcou com muita eficiência e ainda armou alguns contra-ataques. Nota 8,5

Eduardo Costa: Parece estar jogando no sacrifício, ainda não está rendendo o que rendeu antes de se lesionar. Enquanto esteve em campo, orientou bem seus companheiros no posicionamento da defesa. Nota 5,0 Saiu para entrada de  Diego Rosa: Participou bem do jogo e fechou bem o meio campo. Entrou com disposição. Nota 6,5

Felipe: Excelente atuação novamente! Com a formação que o Vasco jogou, seu futebol apareceu com facilidade e seus belos passes foram um encanto a mais em São Januário. Foi perfeito nas cobranças de falta. Nota 9,5

Diego Souza: Sua melhor atuação pelo Vasco disparado! Foi simplesmente genial no primeiro tempo e muito bem no segundo. Fez um golaço, encantou e levantou a torcida em vários lances. Lembrou Edmundo com suas fantásticas arrancadas que levaram a loucura os santistas. Quem foi ver Neymar, acabou vendo o show do camisa 10 da Colina. Nota 10,0

Éder Luís: Não começou bem o jogo, mas logo acordou com ajuda de Fágner com quem fez novamente belas e rápidas tabelas, mostrando que podem voltar a serem uma grande arma do Vasco pela ponta direita. Sua velocidade foi preciosa para puxar os contra-ataques. Saiu para a entrada de Leandro: Arriscou algumas jogadas, mas ainda está sem velocidade para criar jogadas pelas pontas. Nota 6,5

Alecsandro: Não foi nulo no ataque, mas também não foi bem. Teve apenas duas chances de gol, mas desperdiçou e ainda tentou uma improvável bicicleta que passou por cima do gol. Errou muitos passes e perdeu bolas bobas. Tira a torcida do sério quando mata os contra-ataques do time ao correr com a bola em direção ao campo de defesa e tocar para a lateral. Nota 4,5 Saiu para a entrada de  Élton: Infelizmente, não entendo a implicância de Ricardo Gomes com nosso artilheiro Élton. É uma grande injustiça com a pífia atuação de Alecsandro que ele só seja colocado em campo aos 41 min do 2° tempo. Só entrou em campo porque a torcida pediu. Sem tempo para mostrar nada. Sem nota

Saudações Vascaínas,

Abraços a todos.

Marcio Cesar
E-mail: marciodreux@bol.com.br

3 comentários:

  1. A partida contra o Santos dispensa comentários, foi melhor do que poderíamos imaginar.

    ResponderExcluir
  2. Tomara que o Diego Souza mantenha a regularidade.

    ResponderExcluir
  3. There is shocking news in the sports betting industry.

    It's been said that every bettor must watch this,

    Watch this or stop betting on sports...

    Sports Cash System - Robotic Sports Betting Software.

    ResponderExcluir