01 dezembro 2010

Entrevista Exclusiva com Filipe Alvim, ex-atleta do Vasco

Por: Carlos Gregório Júnior (@CarlosGregJr)

Ele foi revelado pelo Vasco e fez parte da geração vitoriosa que deu ao clube os títulos do Brasileiro de 1997 e da Libertadores de 1998. Também foi apontado por muitos como uma grande promessa do futebol brasileiro, mas graças a uma série de imprevistos, acabou não conseguindo corresponder as expectativas.

Muitos devem estar curiosos para saber quem é o nosso entrevistado de hoje. Pois bem, o nome dele é Filipe Alvim Maluf, que conhece como poucos o ambiente de São Januário.

Alvim dedicou oito anos de sua carreira ao Gigante da Colina, onde passou por todas as categorias desde o infantil e realizou 23 partidas pela equipe profissional, marcando inclusive um gol.

Hoje, cinco anos após abandonar o futebol no melhor momento de sua carreira por conta de um problema cardíaco, Felipe se formou em Educação Física e dentro de alguns meses deve começar a trabalhar em algum clube do futebol brasileiro.

Feitas apresentações, vamos enfim a entrevista. Nela, o ex-atleta fala um pouco sobre os bastidores das conquistas do Brasileiro de 1997 e da Libertadores, da amizade com Edmundo e manda um recado para os garotos da base vascaína.

Está curioso? Então não perca nenhum detalhe da entrevista exclusiva, que pode ser lida abaixo:

Você foi revelado no Vasco e estreou marcando um gol contra o Internacional. Entretanto, em nenhum momento você conseguiu ter uma seqüência e por diversas vezes acabou sendo emprestado para clubes como Santa Cruz, Bahia e Coritiba. O que te impediu de obter sucesso com a camisa do Gigante da Colina?

Na minha visão foi por estar atuando na posição onde meu rendimento não era o melhor, mas por motivo de oportunidade a lateral foi o que surgiu, e consegui aproveitar. Mas a posição onde rendi meu melhor foi como 3º zagueiro e volante.

O seu caso não é o único, pois nos cansamos de ver no futebol brasileiro e até mesmo no Vasco, garotos que crescem dentro do clube e vão embora sem sequer terem tido uma oportunidade. O que você diria para a garotada da base vascaína? O que eles precisam fazer para obter sucesso num clube da grandeza do Vasco?

Pensar em um dia após o outro e não ficar sonhando com Europa. Não esperar em promessas externas de empresários ou mesmo pais, mas saber que o atleta vive o hoje, dia a dia é avaliado.

Para você, a pressão encima dos atletas da base era maior no período em que você subiu ou agora?

A pressão é individualizada, cada um tem sua personalidade e não podemos afirmar se antes ou agora, a pressão é sempre grande quando se trata de uma nação como a vascaína.

Você já chegou a falar sobre a amizade que possui com o Edmundo e com o Mauro Galvão em outras oportunidades. Entretanto, gostaria que você falasse mais um pouco e nos contasse momentos marcantes vividos ao deles.

O campeonato Brasileiro de 1997 foi marcante, pois os 6 ultimos jogos ficávamos concentrados juntos um tempo maior, com isso ficamos mais próximos, conversávamos mais, e isso foi muito bom.foi uma experiência muito boa. A convocação a seleção sub 20 foi marcante também. A viagem ao Japão para o mundial também foi especial..Foram muitos momentos especiais.

Como foi para você fazer parte daquela vitoriosa geração do Vasco, que conquistou, dentre outros títulos, o Campeonato Brasileiro e a Taça Libertadores da América?

Foi especial e muito importante para meu inicio de carreira, e ainda hoje onde vou lembram de mim, pois ficamos marcados por tais conquistas.

Em 2004 você foi obrigado a encerrar a carreira na sua melhor fase por conta de um problema no coração. Seis anos depois, o que você teria a dizer sobre isso? Achas que poderias ter ido mais longe na carreira, digo alcançado seus objetivos, se não tivesse tido esse problema?

Vejo como ação de Deus em Jesus ( sou Cristão a 10 anos, não foi por causa do acontecimento) eu poder estar falando com você agora, pois pelos diagnósticos de problema no coração eu teria ficado prostrado no chão dentre as vezes que cai, que foram aproximadamente 6 a 7 vezes.

Profissionalmente falando sou realizado por onde cheguei pois conquistei títulos importantes, cheguei a seleção sub 20 atuando com figuras como Julio césar, Ronaldinho Gaúcho, Emerson Sheik, entre outros. Creio sim que teria muitas conquistas além das quais conquistei, pois parei no auge da minha carreira, como titular de uma equipe fantástica também que é o Corinthians e vislumbrava grandes coisas, até por estar com apenas 25 anos. Mas sou muito realizado, digo com total convicção!!

Hoje tenho em minha família, minha esposa Jozi grande apoio, minha benção Davi e em breve mais um bebê estará chegando, confirmamos a poucos dias, graças a Deus!!

Tomei conhecimento que apesar de ter parado de jogar, você não se afastou totalmente do futebol. A prova disso é que você se dedicou aos estudos na área e chegou inclusive a fazer um estágio de preparação física no Internacional, com o técnico Tite. Como foi essa experiência? Pensas em um dia retornar ao Vasco para fazer sucesso na sua nova profissão?

Quanto ao estágio ainda não se realizou pois logo que combinei com o Tite ele saiu do Inter e daí não realizei, mas mantenho contato com ele e em breve farei. O Vasco sempre esteve de portas abertas para mim e com certeza, dentro das minhas limitações tenho objetivos profissionais e o Vasco faz parte da minha história e sempre fará.

O Vasco está há um bom tempo sem conquistar um título de grande expressão. Para você porque isso acontece? Não teria o clube aproveitado o seu melhor momento para se fortalecer em termos estruturais e até mesmo financeiros?

Vejo que estrutura de treinamento na base é urgência no clube. No profissional os clubes passam mesmo por épocas e épocas, vejo diferente disto somente o Inter e o São Paulo nos últimos anos. Ë verdade que o Vasco está com dificuldade até mesmo nos estaduais, mas creio que está se reorganizando e a permanência do Rodrigo será de grande importância e em breve os títulos voltarão a surgir.

Você tem acompanhado o time atual do Vasco? Se sim, gostaria que você falasse um pouco sobre ele e apontasse os seus jogadores preferidos do atual elenco.

Sempre acompanho o futebol e o Vasco não é diferente. No atual elenco tenho amigos como Felipe, Fernando e Fumagalli(na qual atuei na seleção) Tiago goleiro, Nilton. Vejo que o Vasco em um grupo que poderia estar em melhor posição no brasileirão, mas os atletas de frente demoraram a engrenar, e a falta de gols por conta da fase de alguns dificultou. Creio que mantendo este grupo, esta base e trazendo uns três nomes de peso como um zagueiro e 2 atacantes, o Vasco terá equipe para conquistar títulos, e claro definindo a comissão técnica desde agora.

O que você sentia ao entrar em campo e ver na arquibancada uma torcida apaixonada como era, e ainda é, a do Club de Regatas Vasco da Gama?

A sensação não se descreve com palavras, é uma experiência única profissionalmente falando. O Vasco é equipe de massa e todo atleta gosta de chegar em toda parte do Brasil e ter sua equipe representada por um grupo de torcedores e o Vasco tem isso, e isso é muito bom para um atleta.

http://oglobo.globo.com/blogs/arquivos_upload/2009/05/304_144-vasco-fernando.JPG

Por fim, gostaria que você me falasse um pouco sobre o seu futuro e deixasse uma mensagem para os leitores. Desde já agradeço.

Continuo me capacitando e espero em Deus meu futuro. Formado em Ed. Física e fazendo cursos. A mensagem que posso deixar é: Se não fosse JESUS, a bíblia, eu teria me perdido, mas isso é real, a palavra de Deus não pode ser desprezada, ela é atual, leiam, meditem, pois é atual e verdadeira.

Grande abraço a todos e obrigado pela oportunidade.

Do Filipe Alvim.

2 comentários:

  1. Bom dia! Tudo bom?

    Trabalho em uma agência de publicidade e estamos desenvolvendo uma campanha para a Ambev, na qual gostaríamos de contar com a sua participação.

    A Ambev quer criar um programa de relacionamento com os blogueiros, para aproximá-los dos seus clubes do coração e oferecer benefícios exclusivos. Eles propõem, nesta primeira fase:

    - Visita à fábrica;
    - Makeover do blog, dando um layout profissional de graça (a única condição é o logo da Brahma estar em algum lugar desse layout);
    - A partir de 2011, ingressos para os jogos, visitas ao CT, possibilidade de jogar no estádio do time, camisas autografas, camarotes, e ainda mais benefícios ao longo do tempo.

    Gostaria das suas considerações sobre essa proposta inicial de parceria. Estou à disposição para tratarmos de mais detalhes, se preferir.

    Obrigado pela atenção,

    Fernando Barone
    +55 (11) 3506 5917
    +55 (11) 8012 7086
    Skype: fernandobarone
    www.riot.com.br

    ResponderExcluir
  2. There's shocking news in the sports betting industry.

    It's been said that every bettor needs to look at this,

    Watch this now or stop placing bets on sports...

    Sports Cash System - Automated Sports Betting Software.

    ResponderExcluir